Cantochão de S. Bento de Cástris: Kyrie

Partilhamos o último vídeo referente à breve intervenção da Schola do Ensemble Eborensis durante a II Residência Cisterciense em S. Bento de Cástris, a 19 de Setembro de 2014. Esta foi também a estreia deste projecto do Ensemble Eborensis que teve como objectivo principal a gravação de um CD, lançado recentemente, no âmbito do projecto de investigação exploratório da FCT ORFEUS, que terminará no final deste mês.

Este vídeo apresenta o Kyrie da missa i quibus non laboramus, conhecida actualmente no Graduale Romanum como Missa Orbis factor. A missa encontra-se num gradual quinhentista – manuscrito P-EVad Mús. Lit. 32 – conservado actualmente no Arquivo Distrital de Évora. Nesta interpretação resolvemos realizar uma espécie de organum algo rudimentar, mas que atribuí à melodia um carácter bastante interessante.

Nesta interpretação a Schola do Ensemble Eborensis é Lara Rainho, Cláudia Anjos, Ana Lopes e Ana Lúcia Carvalho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s